Instale o APP
Play Store


Ouça no Celular
Android IOS Windows BlackBerry

Previsão do Tempo
booked.net

 
Chorão: Marginal Alado expõe dualidade intensa do frontman do Charlie Brown Jr.

Letrista, compositor, cantor, frontman, roqueiro, rapper, punk, hardcore, skatista, marido, pai, amigo, businessman, "gangster" e "marginal". Alexandre Magno Abrão, o Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr., era tudo isso e lidava com uma dualidade intensa que se dividia entre a pessoa amorosa, de bom coração, à de temperatura explosiva com atitudes polêmicas. 

Dirigido por Felipe Novaes e com produção de Hugo Prata e Fábio Zavala, o filme Chorão: Marginal Alado, que estreia nesta quinta, 8, retrata essas duas facetas do Chorão, uma pessoa tão endeusada e tão demonizada. A vida do cantor é relatada através de muitas imagens inéditas [foram cerca de 800 horas de material do arquivo pessoal de um cinegrafista que acompanhava o cantor] e depoimentos de pessoas importantes do convívio do astro.

 

Das entrevistas realizadas, destaca-se a do baixista do Charlie Brown Jr., Champignon [que falou com a produção sete dias antes de cometer suicídio em 2013], dos guitarristas Marcão e Thiago Castanho, do filho do Chorão, Alexander Magno Abrão, e da viúva Graziela Gonçalves. Amigos e funcionários que trabalhavam para o músico, como o seu segurança pessoal, advogado e motorista da banda, complementam o trabalho. 

Também participam o produtor Rick Bonadio, o apresentador Serginho Groisman, o ator Paulinho Vilhena, os músicos Zeca Baleiro, João Gordo [Ratos de Porão], Digão [Raimundos], Marcelo Nova [Camisa de Vênus] e muitos outros.

 

Chorão: Marginal Alado expõe o lado humano, carinhoso e caridoso do astro que, provavelmente, muitos fãs não conheciam. A afetividade com a mãe e com o irmão, a parceria com o filho, o amor infinito pela esposa, a preocupação em ajudar o melhor amigo ex-detento dando a ele uma nova oportunidade de vida, e, obviamente, a preocupação com os fãs. 

Em uma das cenas mais emocionantes, Chorão ouve pacientemente uma fã dizer após um show que ama o Charlie Brown Jr., mas não tem dinheiro para comprar os CDs da banda. Então, o vocalista aconselha: "Baixa o som. Não gasta dinheiro com essa p*rra. Baixa o som, tá ligado? O som é para vocês, não precisa comprar. Ame as pessoas e use as coisas o máximo que tu puder." 

Em outro momento, o guitarrista Thiago Castanho exalta a humildade do companheiro de banda dizendo que ele não gostava de fazer marketing de si mesmo pelos pequenos grandes feitos. "Você não via o Chorão se gabando por aí por ter pago 20 mil dólares [R$ 112 mil na cotação atual] em uma perna de titânio para um moleque conseguir andar de skate.", relata.

 

No entanto, do lado oposto do "médico" havia o "monstro". O lado angustiado, conflituoso, explosivo e agressivo que, somados ao vício em drogas que foi ficando sem controle no decorrer de sua carreira, levou Chorão à solidão e à morte em 6 de março de 2013. Tudo isso é mostrado no filme sem "pegar leve". 

A polêmica briga que o Chorão teve com o Marcelo Camelo [Los Hermanos], e também com João Gordo, são relatadas no longa, assim como os desentendimentos com Champignon durante a última formação do Charlie Brown Jr., que vieram a público e foram muito reproduzidos no Youtube e pela mídia.

 

A impressão que fica é que não era fácil ser o Chorão. Um artista que carregava uma carga imensa de talento, energia e responsabilidade que se juntava a uma fragilidade emocional gigantesca. Tudo era à flor da pele. Ele nadava em um mar de emoções de ondas conflituosas que, se não soubesse surfar nelas, poderia ser engolido a qualquer momento. E o mar o engoliu.

Por ser tão intenso e honesto consigo mesmo e com os demais é que Chorão se tornou símbolo de uma geração da música brasileira, dos mais respeitados e que será eternamente lembrado. Parafraseando o próprio, "quem é de verdade sabe quem é de mentira", e Chorão: Marginal Alado mostra de forma emocionante que ele era de verdade.

 

horão: Marginal Alado recebeu o prêmio da Mostra Internacional de Cinema de SP em 2019. A partir desta quinta, 8, o filme pode ser assistido nos cinemas e nas plataformas NOW, Google Play, Apple TV e Vivo Play.

 

 

 



Agora na Rádio

As mais Pedidas
1
Head e heart
Joel Corry
2
Death bed
Powfu feat. Beabadoobee
3
Let me be the one
Iza e Maejor
4
Savage love
Jason Derulo
5
Circles
Post Malone

Curta nossa Página

Compartilhe o Site

  FS Som & Luz - Rádio FS - Todos os Direitos Reservados   Criado porCriado por BRL Host